quarta-feira, 24 de outubro de 2012

A Menopausa na cultura ocidental

Menopausa” é o termo para a completa e permanente interrupção da menstruação,  é necessário um período de 6 a 12 meses para estabelecer esse diagnóstico. “Climatério” refere-se a fase de transição da vida da mulher do estágio reprodutivo para o não-reprodutivo. Essa transição é o período de declínio da função do ovário que, normalmente, é de 2 a 5 anos, próximo a menopausa.
A menopausa geralmente acontece entre os 48 e 55 anos, sendo a média de 51 anos nas sociedades industrializadas. A causa principal do declínio da energia do sistema reprodutor na mulher é o próprio ovário. Os folículos do ovário se esgotam durante a menopausa. E isso é muito importante para se lembrar quando se tratam os problemas da menopausa pelo ponto de vista da Medicina Tradicional Chinesa. Os sintomas de onda de calor e vagina seca são consequência do declínio do estrógeno e, portanto, do Tian Gui na MTC. O Tian Gui é derivado do Jing do Rim.

Os principais sintomas associados a menopausa são:
  • vagina ressecada
  • ondas de calor
  • sudorese noturna

De longe, as ondas de calor é o sintoma mais como, estando presente em mais de 85% das mulheres em menopausa. 45% delas pode continuar a sentir essas ondas de 5 a 10 anos depois da menopausa.

Alguns ginecologistas dizem que somente a secura na vagina e as ondas de calor tem relação com a diminuição da produção de estrógeno e que todas as outras manifestações são consequencia da vida moderna e do estresse emocional causado na mulher neste período de mudanças.

Outros sintomas que podem ocorrem são dores de cabeça, cansaço, letargia, irritabilidade, ansiedade, nervosismo, depressão, insônia e falta de concentração.


A menopausa pela Medicina Chinesa

Na perspectiva chinesa, os sintomas da menopausa são consequentes do declínio do Jing QI em seu aspecto Yin ou Yang, contudo, mesmo com esse desequilibrio simples podem acontecer muitos padrões variados. Preciso ressaltar que somente estou me referindo à menopausa “normal”, que ocorre por volta dos 50 anos e não da menopausa precoce, que ocorre aos 30. Enquanto a menopausa “normal” é decorrente do declínio fisiológico do Tian Gui, a prematura é patológica.

Uma vez que os sintomas da menopausa (especialmente a secura vaginal, ondas de calor e sudorese) são consequencia da queda na produção do estrógeno, pelo ponto de vista da MTC eles são consequencia da dimuição do Tian Gui. O Tian Gui é discutido logo no primeiro capítulo do Su Wen que diz que nas meninas, ele chega aos 14 anos (7x2) e vai embora aos 49 (7x7): “ Aos 14 anos o Tian Gui chega, o Ren Mai começa a fluir, o Chong Mai se desenvolve, o periodo vem regularmente e ela pode conceber... Aos 49 anos, o Ren Mai se esvazia, o Chong Mai se esgota e o Tian Gui seca, a passagem da Terra (útero) não está aberto, então a fraqueza e a infertilidade se alojam”.

Embora eu mesmo acredite que devemos ser muito cautelosos ao fazer comparações diretas entre a medicina Chinesa e a ocidental, neste caso posso dizer com certeza que o “ Tian Gui” é uma expressão da atividade do ovário e do estrógeno, que determinam a puberdade e a menopausa. Uma vez que o Tian Gui se origina do Jing Qi, quando a menopausa acontece, então o Jing Qi tem também um declínio fisiológico.

E, por último, gostaria de salientar que a menopausa não é uma patologia: é o declínio fisiológico e natural do Jing Qi. Embora muitas mulheres cheguem a menopausa de maneira assintomática. Claro que a menopausa pode se tornar uma patologia caso a mulher já sofra de deficiecia do Rim ou de outros padrões que piorem com a menopausa.


Sintomas patológicos da menopausa

Sempre escuto que os sintomas da menopausa, como as ondas de calor se devem a deficiencia do Yin do Rim, mas não é verdade! Metade das mulheres que atendi no periodo da menopausa tem a língua pálida e sofrem de deficiência de yang de Rim. Isso ocorre porque com o declínio do Jing Qi pode ocorrer deficiência de Yin ou de Yang, então muitas das ervas que nutrem o jing Qi podem ser categorizadas como tônicas para o Yang do Rim (por exemplo: Ba Gu Zhi, Yi Zhi Ren, Suo Yang, Jiu Zi, Sha Yuan Ji Li).

Minha experiência com essas mulheres mostra que, geralmente, existem as duas coisas: deficiência de Yin e de Yang do Rim, ainda que exista uma predominância de uma delas (por exemplo, nunca é uma deficiência de 50% de yin e 50% de Yang).


1) Deficiência simultânea do Yin e do Yang do Rim

Ondas de calor são fáceis de explicar quando existe deficiência do Yin do Rim, como Calor vazio subindo por causa dessa deficiencia, mas como explicá-las quando a deficiência é do Yang? Como citei acima, durante a menopausa existe uma deficiência simultânea do yin e do Yang do Rim. Contudo, quando a do yang é predominante, a língua fica pálida e a mulher tem muitos sintomas do Frio, como a sensação de frio, pés ou costas frias, urina clara, etc. Mas, uma vez que exista deficiencia tambem do Yin do Rim, acontecerá uma subida de Calor Vazio que causará ondas de calor. A figura 1 ilustra esse conceito. Como pode se obeservar, tanto o Yin quanto o Yang do Rim estão deficientes nos dois casos (ainda que em diferentes proporções), então a mulher que supostamente está com deficiência do Yin pode tambem sentir os pés frio e aquela com deficiência de Yang sentirá ondas de calor.


2) Fogo Ministerial

Existem outros aspectos da patologia menopausa que também explicam as ondas de calor na deficiencia de Yang do Rim. Um aspecto é o Fogo Ministerial, que é o fogo fisiológico do Rim
e tem um papel importante no suporte da atividade fisiológica de todos os órgãos. O Fogo Ministerial é um fogo sem “forma” mas com características especiais, como por exemplo de não secar a água, de fato, ele nutre a água. Quando há uma deficência do Fogo Ministerial, há também uma deficiencia do Yang do Rim e, como ele também pode nutrir a água, haverá então uma deficiência secundária do Yin do Rim.


3) Desarranjo do Qi

Existe um outro aspecto da menopausa que não tem ligação com o Yin nem com o Yang, mas com o Qi. Com o surgimento da menopausa e o declínio do Jing-Qi, vem também uma fraqueza do Ren Mai e do Chong Mai no aquecedor inferior e uma instabilidade do Qi, também neste aquecedor. Portanto, o Qi facilmente é desarranjado e, por causa da instabilidade do aquecedor inferior, ele é jogado para cima contribuindo na geração da ondas de calor. Então, a explicação das ondas de calor não está apenas no aspecto Calor, mas também no desarranjo do Qi. Portanto, além de aliviar o Calor, deve-se tratar as ondas estabilizando o Qi do Ren e do Chong Mai no Aquecedor Inferior e controla-lo na parte superior do corpo.


4) Ressecamento Vaginal

Até agora nos concentramos nas ondas de calor, mas o ressecamento vaginal também é importante e incomoda. A patologia da vagina seca está mais ligada ao Jing Qi do que as ondas de calor. Para a secura, obviamente nutrir o Yin e também lembrar que ela ocorre pela deficiência do Yang, pelos motivos já explicados anteriormente. O que significa que num tratamento de vagina ressecada numa mulher com deficência de Yang do Rim com fitoterapia, definitivamente devemos mudar a formula acrescentando ervas como Sheng di Huang Radix Rehmanniae e Nu Zhen Fructus Ligustri lucidi.


4) Padrão Completo

Para concluir, a menopausa não ocorre de maneira isolada e toda a mulher, por volta de 55 anos, tem doenças pré-existentes que serão agravadas na menopausa. É importante entender que essas patologias serão agravadas pela menopausa, mas não são sintomas da menopausa. O único sintoma diretamente ligado a menopausa é o declínio do Tian Gui e a deficiência de Rim. Então, em consequência desta deficiência de Rim, teremos outros padrões, como:

Fleuma
Estagnação de Qi
Estase sanguínea
Aumento do Yang do Fígado
Rebelião do Qi do Chong Mai

Todos esses padrões contribuem com o desenvolvimento e o agravamento dos sitomas da menopausa, e devem ser tratados de maneira complementar a tonificação do Jing Qi.


ETIOLOGIA DOS PROBLEMAS DA MENOPAUSA

Como etiologia se refere a doença, discutir etiologia dos problemas da menopausa pode parecer contraditório, pois eu disse que menopausa não é doença anteriormente. No entanto, os fatos discutidos a seguir definitivamente agravam os sintomas da menopausa.


1) Estresse Emocional

O estresse emocional é um agravante importantíssimo nos sintomas da menopausa, que se acumula ano após ano até que a menopausa se inicie.

Ansiedade, medo ou culpa enfraquecem o Rim e levam a uma deficiência de Yin, especialmente se essas emoções vierem junto com excesso de trabalho, como geralmente é o caso. A longo prazo, o yin do Ri falhará ao nutrir o yin do Coração, que contribuirá para a deficiência de yin do próprio Coração e ao calor vazio, que agravará as ondas de calor.

Preocupação, raiva e medo podem ocasionar a subida do Yang do Fígado, que piora as ondas de calor.


2) Excesso de trabalho

No meu dia a dia vejo que o excesso de trabalho, no sentido de trabalhar muitas horas por dia sem o devido descanso, combinado com dieta inapropriada e preocupação, é a causa mais importante e frequente da deficência do yin do Rim nas mulheres ocidentais. Em caso de uma pré-existencia de deficiencia do yin do Rim, serão mais graves o ressecamento vaginal e as ondas de calor.


3) Tabagismo

O Cigarro não agride somente os pulmões, mas tambem aos rins. Ele seca o Jing e o sangue e, portanto, leva a deficiência do yin do Rim, que pode agravar os sintomas da menopausa.

O tabaco tem uma história interessante na sociedade e medicina Chinesa. Quando ele foi introduzido na China (1575), os médicos até fizeram testes para ver se ele poderia ser utilizado como tratamento fitoterápico  O Zhen Nan Ben Cao (dinastia Ming) concluiu que o tabaco é picante no sabor, quente e tóxico, sem efeitos medicinais.

Cu si Shan (dinastia Qing) chegou à conclusão mais interessante: “o tabaco é picante e ressecador, queima o Jing (do Rim) e os fluidos, agride a garganta, estômago e pulmões.... quando entra no Coração causa confusão mental como se a pessoa estivesse embregada. Transforma a saburra em amarelo escura ou preta. Tira o sabor de comidas e bebidas, e pra isso não tem tratamento médico.” A parte mais importante desta declaração se refere a queima do Jing pelo tabaco, o que agrava a deficiência do Jing e agrava os sintomas da menopausa.

4) Dieta inadequada

Comer de forma irregular e comer muitos derivados do leite e frituras acarreta a formação do fleuma. Fato que agrava os sintomas da menopausa.

5) Chá/Café e alcóol

Chá, cafe e álcool são de natureza yang e agravam os sintomas da menopausa e as ondas de calor.

Baseado nos fatores etiológicos acima, eu alerto as mulheres jovens sobre a menopausa, Se eu vejo uma mulher de mais ou menos 35 anos, que está trabalhando demais, usando muitos derivados do leite na alimentação, bebendo em demasia e fumando, digo a ela que agora é o momento de fazer algo pela menopausa, e faço as seguintes recomendações.

Não trabalhe excessivamente
Faça exercícios moderados
Não fume
Beba moderadamente
Evite estresse emocional (fácil falar heim!)
Consumir café e chá com moderação
Não comer produtos com lactose

Tratamento da menopausa

1) Acupuntura

O tratamento deve se basear na tonificação do Rim e no fortalecimento do Ren e do Chong Mai. Quando trato os problemas relacionados à menopausa, quase sempre trato o Ren Mai e sempre uso esses três pontos P7 (na direita), R6 (na esquerda) e para abrir o Ren mai o Ren 4 Guanyuan.

Posso também, acrescentar o R3 Taixi e BP6 Sanyinjao. Em caso de deficiência de Yang do Rim, eu usaria os mesmos pontos e mais o B 23 Shenshu.

Posso complementar a tonificação do Rim, eu utilizo pontos para dominar o Qi e limpar o calor-vazio. Faço isso com: IG 4 Hegu, CS 7 Daling e C 6 Yinxi. Em caso de forte estresse emocional e ansiedade, acrescento VG 24 Shenting e VC 15 Jiuwei.

No caso de Qi rebelado no Chong Mai, uso o Chong Mai e não o Ren Mai, com esses pontos: BP 4 Gongsun (direita) CS 6 Neiguan (esquerda), mais IG 4 Hegu na direita e F 3 Taichong (esquerda), R 13 Qixue (bilateral) e VC 4 Guanyuan.


Agora vou discutir o tratamento dos padrões principais envolvidos na menopausa.


a) DEFICIÊNCIA DO YIN E DO YANG DO RIM COM PREDOMINÂNCIA DA DEFICIÊNCIA DE YIN

Manifestações clínicas

Tonturas, zumbidos, memória fraca, dificuldades na audição, sudorese noturna, boca e garganta seca a noite, lombalgia, dor nos ossos, cansaço, depressão, ansiedade leve, pés frios, urina clara e excessiva.
Língua: coloração normal com saburra branca solta. A língua será vermelha caso haja calor-vazio.
Pulso: flutuante-vazio ou fraco nas posições do Rim.


Acupuntura

VC 4 Guanuan, R 3 Taixi, R 10 Yingu, R 9 Zhubin, BP 6 Sanyinjiao, VC 7 Yinjiao, P 7 Lieque e R 6 Zhaoai em conjunto (pontos de abertura do Ren Mai).



b) DEFICIÊNCIA DE YIN E YANG COM PREDOMINÂNCIA DE DEFICIÊNCIA DE YANG.

Manifestações Clínicas:

Lombalgia, joelhos frios, sensação de frio nas costas, sensação de frio generalizada mas, ocasionalmente, calor no rosto, ondas de calor, sudorese noturna, pernas fracas, compleição pálida, joelhos fracos, puca libido, cansaço, urina clara e abundante ou urina clara e pouca, aumento da micção a noite, edema nas pernas, fezes pastosas e depressão.
Língua: embranquecida.
Pulso: fraco e profundo.


Acupuntura

B 23 Shenshu, P 7 Lieque e R 6 Zhaohai (Ren Mai), VC 4 Guanyuan, VC 6 Qihai, R 3 Taixi, R 7 Fukiu, B 23 Shenshu, B 52 Zhishi. Moxa é indicada quando a deficiencia de yang for grave.



c) DEFICIÊNCIA DO YIN DO RIM E DO FÍGADO COM AUMENTO DO YANG DO FÍGADO

Manifestações clínicas:

Irritabilidade, cefaléia, tontura, zumbidos, visão embaçada, olhos secos, pele seca, ondas de calor, dores articulares, sudorese noturna, dores nas costas.
Língua: Vermelha sem saburra e, provavelmente, com as laterais mais vermelhas que o restante.
Pulso: flutuante-vazio, duro na posição do meio esquerda.


Princípio do tratamento

Nutrir o yin do Rim e do Fígado e dominar o yang do Fígado, acalmar a mente e regular o Hun.


Acupuntura

P 7 Lique e R 6 Zhaohai (Ren Mai), R 3 Taixi, F 8 Ququan, BP 6 Sanynjiao, VC 4 Guanyuan, F 3 Taichong, VG 24 Shenting, VB 13 Benshen, VB 20 Fengchi, P 7 Daling. O R3, F 8. BP 6 e VC 4 devem ser tonificados e os outros pontos, sedados.



d) DEFICIENCIA DO YIN DO RIM E DO CORAÇAO COM CALOR-VAZIO NO CORAÇÃO

Manifestações clínicas:

ondas de calor, palpitações, insonia, sudorese noturna, visão embaçada, tonturas, zumbidos, ansiedade, agitação mental, dor nas costas, calor no rosto, sensação de calor ao anoitecer, boca e garganta seca, memória ruim e fezes secas.
Língua: vermelha, com a ponta mais vermelha e sem saburra.
Pulso: rápido-fino ou flutuante-vazio ou Fundo e fraco nas posições posteriores e transbordante nas posições anteriores.


Princípio do Tratamento

Nutrir o yin do Rim, acalmar a mente e limpar o calor vazio.


Acupuntura

P 7 Lique (direta) e R 6 Zhaohai (esquerda), R 3 Taixi, VC 4 Guanyuan, BP 6 Sanynjiao, R 13 Qixue, C 6 Yinxi, R 7 Fuliu, C 8, Shaofu, CS 7 Daling, VC 15 Kiuwei, VG 24 Shenting. Os pontos C 6, C 8, e CS 7 devem ser sedados ou harmonizados e todos os outros pontos tonificados.



PROGNÓSTICO E PREVENÇÃO

A medicina chinesa pode ajudar as mulheres a minimizar os problemas de transição da idade reprodutiva para a não-reprodutiva. O tratamento com ervas é mais eficiente do que a acupuntura pois as ervas são melhores para nutrir o Jing. A acupuntura é extremamente eficiente para controlar os sintomas da menopausa, mas deveria ser feita regularmente, portanto o tratamento fitoterapico seria mais “em conta” para a paciente.

De um modo geral, quando os problemas da menopausa acontecem junto com uma deficiência do yin do Rim, o tratamento será mais difícil e podemos dizer que quanto mais vermelha for a língua e quanto menos saburra ela tiver, mais dificil será o tratamento. A língua indica que o pior prognóstico se dá quando ela esta totalmente vermelho escuro, sem saburra, com rachaduras e seca.

Como já foi falado, a gravidade dos sintomas da menopausa depende de condições pré-existentes no Rim e, também, da dieta e dos hábitos de vida da mulher ao longo de sua vida.

Potanto, é importante que a paciente compreenda isso e seja paciente, a medicina chinesa pode ajudar neste período de transição, mas de maneira lenta e gradual. Tem se tornado cada vez mais difícil convencer as pacientes disso uma vez que oferecem a elas “resultados rápidos” com terapias de reposição hormonal.

Devemos falar sobre a integração da Medicina Chinesa com a reposição hormonal. Essa integração é possível. Em minha experiência tenho visto que não há problemas em usar fitoterapia junto com a reposição hormonal, pois elas agem em níveis diferentes. A reposição hormonal age “enganando” o hipotálamo, fingindo que os ovários ainda estão funcionais e isso estimula a pituitária a parar de produzir o hormônio FSH. Já as ervas chinesas agem nutrindo o Jing Qi para minimizar os efeitos da transição na menopausa. Contudo, só faz sentido combinar as duas terapias a curto prazo. Mas, independente da situação, as mulheres na menopausa nos procuram porque não querem a reposição hormonal ou porque querem para-la.

Para concluir, outra pergunta natural seria: por quanto tempo as ervas chinesas devem ser tomadas pelas pacientes? Em minha experiência clínica, vejo que elas podem ser tomadas por muitos anos sem efeitos colaterais. Contudo, quando um paciente precisa fazer uso de um fitoterápico por muito tempo, geralmente peço para ele ficar um mês sem usa-lo a cada 6 ou 9 meses de uso contínuo.


* Women's Treasure: é a linha fitoterápica chinesa do próprio Giovanni Maciocia e ainda não está disponível no Brasil.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário